Como a psicologia explica o comportamento de pessoas que falam sozinhas - Alex Paxeco
Home » Saúde e Bem-Estar » Como a psicologia explica o comportamento de pessoas que falam sozinhas

Portal Alex Paxeco

Como a psicologia explica o comportamento de pessoas que falam sozinhas

Você já se pegou falando sozinho alguma vez? Que atire a primeira pedra quem nunca falou consigo mesmo.

Esse é um hábito que muitas pessoas têm em diversos momentos da vida e pode ser mais recorrente quando estão querendo entender seus sentimentos diante de uma determinada situação.

Tudo isso começa com o diálogo interno que mantém com você mesmo constantemente, inclusive enquanto conversa com outras pessoas não para de falar coisas dentro de sua cabeça.

Neste artigo, vou falar um pouco mais sobre esse comportamento e como ele influencia a sua vida.

O hábito de falar sozinho

Acredite você ou não, falar sozinho é um hábito que a maioria das pessoa mantém. E mesmo que alguns pensem que se trate de um desequilíbrio ou transtorno, se trata na verdade de algo completamente normal.

O professor de psicologia da Georgia Institute of Technology, Randy Engle, acredita que existem duas explicações para esse tipo de comportamento.

A primeira é que quando estamos lendo algo que seja complexo precisamos verbalizar para poder entender melhor. Ao escutar a linguagem, a tonalidade e até mesmo a sonoridade, estas podem remeter a algo familiar e assim fica mais fácil compreender os significados.

A segunda é que isso é algo que pode ajudar na memorização de tarefas e atividades que não podem ser esquecidas. Ele comenta que “à medida que envelhecemos, nossa capacidade de lembrar de fazer coisas que pretendíamos fazer piora” e por isso falar em voz alta a tarefa específica que precisamos realizar ajuda a memorizar melhor.

Ele ainda indica que essa dica seja usada apenas para coisas importantes e esporádicas, já que nossa capacidade cognitiva funciona melhor quando está em contato com coisas novas e diferentes, ou seja, perderia o efeito se usássemos sempre.

Outra explicação vem dos psicólogos Gary Lupyan (Universidade de Wisconsin-Madison) e Daniel Swingley (Universidade da Pensilvânia), que descobriram o poder desse comportamento em aumentar a nossa concentração.

Eles perceberam que as pessoas têm o hábito de falar sozinhas quando estão procurando por algo. E decidiram então realizar uma série de experimentos para descobrir se isso tinha um motivo real.

Os 20 voluntários da pesquisa tiveram acesso a 20 fotos de objetos diversos e em cada rodada deveriam encontrar um deles.

Em algumas rodadas eles tinham que fazer isso em silêncio, já em outras ele podiam murmurar o nome do objeto para si mesmos.

O resultado foi que quando falavam sozinhos sobre o objeto, encontravam mais rápido o mesmo.

É preciso moderar o costume de falar sozinho

Verbalizar é uma das necessidades do ser humano e é algo completamente natural. Vivemos em sociedade e por isso sentimos que precisamos falar sobre nossos pensamentos, para podermos ser ouvidos e compreendidos.

Quando precisamos tomar alguma decisão importante em nossa vida ou confirmar um pensamento que temos, e não encontramos alguém com quem nos sintamos confortável para fazer isso, optamos naturalmente por discutir o assunto connosco próprios.

Porém, existem os momentos em que se é aceitável falar sozinho. Sair pelas ruas conversando alto consigo mesmo, ou se esconder em algum canto para falar sozinho, são sinais de que o comportamento ultrapassou a linha do que é considerado normal, podendo ser o indicativo de alguma patologia da mente.

Em muitos casos isso acaba se transformando em um hábito do tipo Transtorno Obsessivo Compulsivo.

A pessoa nem ao menos se dá conta de que está falando sozinha por aí e isso passa a ser algo que ela faz o tempo todo por causa disso.

É como se ela desconsiderasse que existem pessoas ao seu redor e acreditasse estar completamente sozinha e segura para externar seus pensamentos.

O melhor tratamento é buscar um profissional especializado em psicologia para ajudar. Ele fará uma avaliação do que pode estar acontecendo e por quais motivos.

Esse tipo de comportamento pode ser desenvolvido por pessoas que abusam do uso de substâncias psicoativas, como as drogas, medicação e álcool, que alteram o estado de consciência da pessoa.

Mas, pode acontecer também mesmo sem o uso dessas substâncias.

Conclusão

Falar sozinho é um hábito natural do ser humano e desde que não fuja do seu controle pode até mesmo te ajudar a se concentrar melhor.

Esse artigo fez sentido para você? Se esse conteúdo te ajudou de alguma forma, e você acredita que ele pode ajudar muitas outras pessoas, sinta-se livre para curtir e compartilhar nas suas redes sociais.

Últimos Vídeos no Youtube

Mais Lidas

15 frases de incentivo para o sucesso
leia mais

15 frases de incentivo para o sucesso

Se o seu dia já começa mal, provavelmente todo o decorrer dele será na mesma vibração de energia. A solução para esses momentos é...

5 técnicas de relaxamento para acalmar a mente e relaxar
leia mais

5 técnicas de relaxamento para acalmar a mente e relaxar

Quando sua mente está cheia de preocupações do dia-a-dia, sua capacidade de relaxar e focar no presente diminui. Por isso, é tão importante manter...

Entenda quais são e como funcionam as 5 emoções básicas do ser humano.
leia mais

Entenda quais são e como funcionam as 5 emoções básicas do ser humano.

Todos nós somos emotivos em algum grau, uns com mais intensidade e outros com menor. O ser humano é capaz de sentir as mais...